Seja Bem Vindo(a) e fique a vontade!

Você faz parte de tudo isso, dos fatos, dos sonhos, da vida, do mundo. Você faz parte do que faz você ser o que você é.

Enquanto a dor não transborda


Enquanto a dor não transborda
Eu não tranco nem fecho a porta
Você pode até entrar sem bater
Mas, por favor, não saia sem se despedir

Enquanto a dor não transborda
Alguns sorrisos, meu rosto ainda comporta
Mas não espere risos à toa
Só se piada for boa

Enquanto a dor não transborda
Eu não choro em teus braços
Quero mais teus abraços
E levar a vida

Mas quando a dor beira a borda
Já não dá pra esconder as feridas
Explode o grito no silêncio
Escorre a lágrima contida

Depois que a dor transborda
Eu sofro o meu momento
Em respeito à minha dor

Não me esvazio por inteiro
Eu sigo, meio cheio
De dores, temores e amor.

Autor: Edinei Lisboa da Silva - Argonauta021
Imagem: daqui

Chuva cheia de graça


Quando a chuva cai de lado
Pra dentro do guarda-chuva,

Molha do cabelo ao sapado
A chuva cai como uma luva,
Encobre o corpo todo
O vento sopra arrepiando a pele
O frio desencadeia uma tremida breve.
A chuva passa
Logo que não há mais nada para molhar,
A chuva volta a cair
Logo após fechar o guarda-chuva e começar a se secar.
Chuva cheia graça
Se espero passar, não passa
Se arrisco seguir, me encharca
Depois que me deixou sua marca
Vai para outro lugar
Mais uma vítima emboscar.
Ah! Chuva danada.
Nessa terra faz pirraça,
Mas não deixo de te amar.

Autor: Edinei Lisboa da Silva - Argonauta021
Imagem: google

Nas voltas que o mundo dá


Nas voltas que o mundo dá
A gente nem sempre olha em volta
Fica parado na porta
Sem ir, sem chegar

Nas voltas que o mundo dá
A gente nem vê o momento
Perde um bocado de tempo
Tentando não se machucar

E nas voltas que o mundo dá
Tudo vira de ponta cabeça
A gente perde o chão, a clareza
De repente, nem sabe onde está

Mover-se em volta de si
Ou as voltas sem sair do lugar
Não traz nada de volta
Nem faz o tempo voltar

Ignorar o que está ruim
Não faz sumir a revolta
Seguir além do seu fim
É o que faz o mundo girar

Se, na volta, não conseguirmos seguir
Ou não soubermos voltar,
Nos perderemos em volta
Das voltas que o mundo dá.


Autor: Edinei - Argonauta021
Imagem: daqui

Se eu não me der uma chance


Eu não tinha para onde ir
Eu não queria ficar
E não sabia sorrir sem chorar.

Eu não gostava daqui
E ainda não gosto de estar
Mas não consigo sorrir, sem chorar.

Eu não posso fugir
E nem posso voltar
Só vou ficar aqui
O quanto for preciso ficar.

Eu espero, um dia, poder dizer:
Aqui estou bem melhor
Com os que amo ao meu redor.

Mas enquanto esse dia não chega
Não posso me desesperar
Maldizendo o lugar, as pessoas,
A vida que eu tento levar.

Preciso ir além
Além do que me faz chorar.

Se eu não me der uma chance
Não haverá chance alguma para tentar.



Autor: Edinei L. da Silva - Argonauta021
Imagem: daqui

A Árvore


Construí uma árvore de sonhos
Sobre um solo cheio de esperanças e ingenuidade
Era grande e frondosa em seu tamanho
Mas foi diminuindo com a idade

O solo já sofrera várias inundações de realidade
A árvore já não dá frutos com a mesma intensidade
Mas resiste em meio as tempestades
Não sem danos, consequências e infelicidades

Faço reparos, conserto planos
Às vezes refaço sonhos
Para adaptá-los ao tempo e a realidade

Continuo regando as raízes
Enxertando no solo doses de positividade
Para colher frutos mais felizes.

Imagem: daqui
Autor: Edinei L. da Silva - Argonauta021

Poesia, prosa e canção - Já à venda nas Livrarias da Travessa!

       Bom dia! Amigos leitores do Blog do Argonauta! O livro "Poesia, prosa e canção" aos poucos, está ganhando o seu espaço nas livrarias, existe um processo demorado em andamento para que que ele esteja ao alcance de todos. 
           Por enquanto, apenas a Livraria da Travessa, com várias lojas no Rio de Janeiro e também em Ribeirão Preto-SP, além da Chiado Editora, já disponibilizou o link para compra do livro:

http://www.travessa.com.br/poesia-prosa-e-cancao/artigo/3a7bb048-1601-457d-8e10-d3608c686b21
           Ainda faltam as Livrarias Cultura, Saraiva, Janina e Galileu tornarem os livros disponíveis para compra, mas Keep Calm que é só uma questão de tempo. Logo vai poder adquirir o seu exemplar também!

Desejo a todos uma boa leitura.

      Agora, se você quiser também ou optar pela versão digital, em formato e-book, é só entrar no site da Chiado Editora:


Poesia, prosa e canção é mais do que o que se pode ler, é que se pode sentir quando se lê com o coração. ‪#‎poesiaprosaecançao‬

Clique aqui
Clique aqui

A solidão do poeta


O poeta precisa de vidas, senti-las, vê-las, ouvi-las
Precisa viver outras vidas sem sê-las
Porém, no mundo intrínseco do poeta
Não há ninguém, só a solidão o completa

Aonde as vidas se tornam letras, palavras, frases
As emoções tomam formas, linhas, asas
Virgulas, pontos, e espaços separam fatos e fases
Morte, alegria, dor, amor... Tudo vira poesia em sua casa.

A casa do poeta é dentro da sua alma
Onde não há intervenção do mundo ao seu redor
É onde perde-se de si, para achar o que lhe falta.

É na casa do poeta que ele se expressa melhor
A solidão reforça os laços, de todo amor, de toda dor
Sozinho, no seu mundo, o poeta se faz palavra.

Autor: Edinei L. da Silva
Imagem: daqui

Volta, vida.


Volta, vida.
Vem viver mais um tempo
Não me deixe desfalecer
Briga, xinga, mas não vá embora.

Volta, vida.
Será que não tem sentimento?
Não me sinto livre para morrer
Será que chegou mesmo a hora?

Vida
Volte alguns momentos
Sentíamos o prazer de viver
Quando sorríamos outrora

Eu sei,
Já tivemos bons tempos
Mais nada de bom parece haver
Mas olhe lá fora

Olha, vida.
Quanta gente querida esperando
Quanto abraço, quanto laço para fortalecer
Depois do crepúsculo vem a aurora.

Volta, vida.
Que eu ainda não estou pronto
Que quem manda aqui não sou eu, nem você

Fica, vida. Que quando for a hora
Nós dois vamos saber.



Autor: Edinei Lisboa da Silva - Argonauta021
Imagem: daqui

Repita a sequência, paciência


Transforme sua força em calma
Sua calma em resposta
Sua resposta em silêncio
Seu silêncio em ataque
Seu ataque em defesa
Sua defesa em paciência
Sua paciência em força.
E repita a sequência.

Autor: Edinei L. da Silva (Argonauta021)
Imagem: daqui

Keep Calm e leia Poesia, prosa e canção

Se você está impaciente, pelo fato do livro "Poesia, prosa e canção" ainda não estar nas livrarias. Keep calm que eu também estou impaciente rsrs. O livro deverá estar nas Livrarias Saraiva e Cultura e também poderá pedi-lo pelo site dessas livrarias a partir do mês que vem.

Por enquanto, você pode comprar o livro físico ou ebook no site da Chiado Editora


Mas se quiser o livro físico, sugiro que aguarde um pouquinho mais, já que comprando pelo site você também terá a despesa da entrega.

Logo, Logo "Poesia, prosa e canção" estará numa livraria perto de você.

Muito obrigado a todos os amigos, leitores do Blog, pessoas anônimas que de vez em quando fazem toda a diferença num momento sem precedentes. Obrigado mesmo. 
Boa leitura!



Pra ver e ouvir:

Hoje no Brasil e no Mundo

Loading...